Masterboi

voltar
28/10/2021

Abatedouro industrial da Masterboi vai criar nova cadeia produtiva em Pernambuco e gerar 800 empregos

O novo abatedouro e frigorífico industrial que a Masterboi está construindo na cidade de Canhotinho, Agreste pernambucano, a 204 km da capital, vai modificar a cadeia produtiva do Estado, desenvolvendo a pecuária local e gerando 800 empregos diretos quando estiver operando em plena capacidade.
A empresa tem duas unidades de abate nos estados do Pará e Tocantins. Esta será a primeira planta industrial da Masterboi em Pernambuco e no Nordeste, cujo investimento inicialmente orçado em RS 112 milhões deve chegar a R$ 120 milhões até entrar em operação, prevista para o primeiro ou segundo trimestre do próximo ano. A planta de Canhotinho vai utilizar métodos modernos de manejo animal e está destinada a processar a carne de bovinos, caprinos e suínos, tendo capacidade de abater 500 bois por dia e processar 250 toneladas de carne diariamente.

EMPREGOS
Segundo Miguel Zaidan, diretor executivo da Masterboi, o novo abatedouro e frigorífico industrial vai fomentar toda uma cadeia produtiva na região. Ficamos muito bem surpreendidos com o interesse dos pernambucanos, os produtores rurais de pequeno, médio e grande porte, em fazer negócios. Estamos todos muito motivados, diz Zaidan. A carne produzida em Canhotinho será destinada ao mercado interno, sobretudo ao comércio atacado e varejista pernambucano, e o animais utilizados no processo serão comprados em Pernambuco, Alagoas, Paraíba e até no Maranhão, se for necessário, diz Zaidan.
A geração de empregos também fará diferença para a economia da região. Em três anos, quando estiver operando em plena capacidade, serão cerca de 800 postos de trabalhos diretos. Os currículos de profissionais interessados podem ser enviados para curriculo@masterboi.com.br

Publicado por
Edilson Vieira - JC